Ritmo ajustado à inclinação (RAI)

Assinantes Strava podem comparar facilmente o desempenho alcançado em subidas, descidas e terrenos planos com a análise do Ritmo ajustado à inclinação (RAI).

O que é o RAI?

O Ritmo ajustado à inclinação leva em consideração a inclinação do terreno durante as corridas e produz uma estimativa do ritmo equivalente em uma trajetória plana. Como a subida requer trabalho extra, o seu Ritmo ajustado à inclinação será mais rápido que o seu ritmo real. E, da mesma maneira, em um trecho de descida, o Ritmo ajustado à inclinação tenderá a ser mais lento que o seu ritmo real.

A diferença entre o RAI e o ritmo real geralmente aumenta à medida que a inclinação se torna mais acentuada. Dados coletados entre os atletas mostraram que o ajuste em descidas atinge um valor máximo de cerca de -10%, após o que se torna um pouco menos extremo. Também deve ser enfatizado que o RAI não leva em consideração a dificuldade técnica ou as condições do terreno. Para entender melhor como o modelo RAI é estabelecido com base em dados reais, você pode ler mais aqui.

Onde você pode encontrá-lo

O RAI está disponível no site do Strava e no aplicativo para celular e, especificamente, aqui:

  • Em todas as corridas, o RAI é representado em um gráfico de toda a atividade na tela de análise e é expresso como uma média geral.
  • Nas corridas em terrenos com subidas e descidas, a média do RAI será relatada como uma estatística da atividade principal e para cada parcial.
  • No celular será mostrado o GAP médio para segmentos com subidas e descidas.

BZ_Portuguese1_1.jpg BZ_Portuguese2.1.jpg

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 203 de 204

Comentários

0 comentário

Artigo fechado para comentários.