Funções de análise de potência (Summit)

Os membros Summit que usam medidores de potência podem começar a treinar de maneira mais inteligente, graças à análise avançada de potência.

Funções disponíveis:

  • Potência média ponderada considera todas as suas variações de potência e fornece um valor médio para a sua pedalada. Dessa maneira, ela expressa seu desempenho geral com mais precisão do que simplesmente calcular a potência média.
  • Carga de treino é calculada comparando a sua potência durante uma pedalada com o seu Limite funcional de potência (ou, do inglês, FTP, Functional Threshold Power) e verificando a carga de trabalho à qual seu corpo está sujeito durante o treinamento. Assim, a carga de treino oferece uma ótima ferramenta para determinar quanto você precisa descansar após um treino.
  • Intensidade é a maneira que o Strava utiliza para mostrar quão difícil foi uma pedalada. O Strava analisa a sua Potência média ponderada para cada pedalada e a compara com o seu FTP. Por exemplo, se a sua potência média ponderada for 225 W e o seu FTP for 300 W, então a sua intensidade estará em 75%.
  • Curva de potência mostra a sua melhor potência média por períodos que variam de um segundo a toda a duração do seu percurso. Durante a pedalada, identificamos as melhores marcas e você pode compará-las com as das últimas seis semanas, do ano passado, dos últimos anos ou total. A curva de potência pode ser exibida em Watts (W) ou Watts por quilograma (W/kg).
BZ_Portuguese1.jpg
  • Distribuição de potência por Zonas de potência:  enquanto a Curva de potência mostra as suas melhores marcas por períodos específicos, a Zona de potência desenha um gráfico que toma cada segundo de sua potência de pedalada e o distribui de acordo com as zonas de treino baseadas no seu FTP.

BZ_Portuguese_2_.jpg

  • Distribuição de potência em incrementos de 25W: Assim como para a distribuição de potência por zonas de potência, a distribuição de potência em incrementos de 25W simplesmente coloca cada segundo de potência em uma zona de treinamento de 25W, que variade 0 à potência máxima produzida na pedalada.
BZ_Portuguese_1_.jpg
  • Curva de potência na seção Treinamento: Assim como as Curvas de potência de suas atividades, a Curva de potência na seção Treinamento permite comparar qualquer par de curvas de potência. Por exemplo, você pode comparar as últimas seis semanas com todos os anos anteriores e ver como está progredindo.

Calcular o FTP

Nos períodos em que você treina, recomendamos verificar o FTP em intervalos de pelo menos algumas semanas até um mês. Aqui estão algumas dicas para aproveitar ao máximo os testes de FTP:

  • É extremamente oneroso para o seu organismo (e para o seu programa de treinamento) ter que produzir continuamente o máximo esforço por 60 minutos. Além disso, já que é também difícil encontrar trechos de estrada onde você pode pedalar continuamente por 60 minutos com potência constante, a maneira mais fácil de calcular o FTP é testar a sua melhor potência média por 20 minutos. Acreditamos que 20 minutos é tempo suficiente para estressar o sistema fisiológico tanto quanto um esforço de 60 minutos, e isto é mais fácil de alcançar em modo regular durante toda a temporada.
  • Tente recriar as mesmas condições para cada teste, isto é, percorrer o mesmo trecho de estrada ou usar os mesmos simuladores/rolos de treino.
  • Certifique-se de que não está cansado (nos dias anteriores a carga de treino deve ser leve).
  • Faça um aquecimento adequado.

Gerenciar FTP a partir das configurações

  • No site, acesse a página Configurações  passando o cursor sobre a imagem do perfil no canto superior direito e selecionando Configurações.
    • Clique na guia Meu desempenho, no lado esquerdo da página.
    • Clique para editar abaixo de Limite funcional de potência na parte inferior da página.
  • No aplicativo para celular, acesse o seu Perfil e selecione a opção Editar.
    • Insira o seu Limite funcional de potência no respectivo campo abaixo de Potencial de desempenho.
Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 24 de 26
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

0 comentário

Artigo fechado para comentários.